Blog do Adriano Roberto


UPE anuncia concurso para preencher 270 vagas
Autor
Adriano Roberto

UPE anuncia concurso para preencher 270 vagas

Da FolhaPE - A Universidade de Pernambuco (UPE) anuncia a abertura de concurso público para preencher 270 vagas em diversas unidades da instituição no Estado. As vagas são para servidores técnicos administrativos, de nível médio e superior. O edital ainda não tem data de divulgação.

De acordo com as informações preliminares divulgadas pela UPE, a seleção terá 128 vagas para Analista em Gestão Universitária (nível superior), com salário base no valor de R$ 2.605,45. Outras 142 oportunidades serão para o cargo de Assistente em Gestão (nível médio), com salário base no valor de R$ 1.157,98.

Para o nível superior, as oportunidades são para os seguintes profissionais: administrador, advogado, analista de sistemas, assistente social, bibliotecário, biomédico, contador, biólogo, engenheiro, fisioterapeuta, pedagogo, psicólogo, secretária executiva, terapeuta ocupacional e tradutor.

Já o nível médio abarcará as funções de assistente administrativo, técnico administrativo, técnico em contabilidade, técnico em arquivo, técnico em informática, técnico em saúde bucal, técnico de laboratório, técnico em secretariado, técnico de enfermagem, técnico em edificações, técnico em radiologia e atendente de clínica odontológica.

O último concurso para servidores da UPE aconteceu em 2012 e disponibilizou apenas 50 vagas, todas para o Interior de Pernambuco.

Confira a distribuição das vagas:

Escola Superior de Educação Física (Recife): 6 vagas para nível superior e 5 para nível médio;

Faculdade de Ciências da Administração (Recife): 4 vagas para nível superior e 6 para o nível médio;

Faculdade de Ciências Médicas (Recife): 4 vagas para nível superior e 7 para o nível médio;

Faculdade de Enfermagem Nossa Senhora das Graças (Recife): 6 vagas para nível superior e 7 para o nível médio;

Instituto de Ciências Biológicas (Recife): 3 vagas para nível superior e 5 para o nível médio;

Escola Politécnica de Pernambuco - Poli (Recife): 10 vagas para nível superior e 15 para o nível médio;

Faculdade de Odontologia - FOP (Camaragibe): 4 vagas para nível superior e 16 para o nível médio;

Reitoria (Recife): 50 vagas para nível superior e 38 para o nível médio;

Petrolina: 8 vagas para nível superior e 8 para o nível médio;

Mata Norte: 8 vagas para nível superior e 5 para o nível médio;

Mata Sul: 3 vagas para nível superior e 5 para o nível médio;

Garanhuns: 11 vagas para nível superior e 11 para o nível médio;

Arcoverde: 4 vagas para nível superior e 4 para o nível médio;

Caruaru: 4 vagas para o nível médio;

Salgueiro: 2 vagas para nível superior e 3 para o nível médio;

Serra Talhada: 5 vagas para nível superior e 3 para o nível médio.



Marcelo Odebrecht confirma em depoimento a Moro que Lula é o amigo
Autor
Adriano Roberto

Marcelo Odebrecht confirma em depoimento a Moro que Lula é o amigo

 Marcelo Odebrecht afirmou que o codinome “amigo” das planilhas da propina da empreiteira referia-se ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em depoimento prestado ao juiz federal Sérgio Moro, nesta segunda-feira (10). Foi o primeiro depoimento dele na Operação Lava Jato depois da assinatura do acordo de delação premiada.

O empresário é testemunha no processo que investiga se o ex-ministro Antônio Palocci recebeu propina para favorecer a empreiteira. Odebrecht também disse no depoimento que “italiano” era Palocci e “pós-itália”, o ex-ministro Guido Mantega.

O conteúdo dos interrogatórios, assim como as delações, está sob sigilo. A testemunha também citou uma doação ao Instituto Lula, em 2014, e a compra de um terreno que seria usado como sede do instituto.

A obra acabou não realizada. O ex-presidente do Grupo Odebrecht afirmou também que Palocci intermediava pagamentos e assuntos de interesse da empresa com o PT. O que diz o Instituto Lula O Instituto Lula afirmou que funciona no mesmo local desde 1991 e que não recebeu nenhum terreno da Odebrecht.

Disse ainda que todas as doações ao Instituto foram feitas com os devidos registros e nota fiscal, dentro da lei e informadas à Operação Lava Jato. O Instituto declarou ainda que o ex-presidente Lula não tem conhecimento ou relação com qualquer planilha na qual pessoas possam se referir a ele como “amigo”.

A Globo não conseguiu contato com o advogado de Antônio Palocci e Guido Mantega. O PT não quis se pronunciar.



Cunha diz que vai abrir o bico atingindo mundo empresarial
Autor
Adriano Roberto

Cunha diz que vai abrir o bico atingindo mundo empresarial

Cansado da vida na cadeia, o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) ameaça fazer acordo de delação premiada e “explodir” o mundo empresarial, começando pelo setor de carne, que ainda sofre os efeitos da Operação Carne Fraca.

O recado teria sido enviado pelo ex-deputado a um parlamentar, segundo divulgado na coluna Painel da Folha de S. Paulo. A defesa de Cunha, no entanto, segue negando esta possibilidade, como faz desde o princípio.

Ainda segundo o texto, há quem acredite que Cunha tentará fechar acordo de delação com a Polícia Federal, e não com os procuradores, assim como fez o marqueteiro do PT Duda Mendonça.



Mônica cuspiu o chiclete e detonou Dilma em delação
Autor
Adriano Roberto

Mônica cuspiu o chiclete e detonou Dilma em delação

 

A ex-presidente Dilma Rousseff tem se apegado com todas as forças ao argumento de que "são mentirosos" os delatores que a acusam de comandar um esquema criminoso de propina que irrigou suas campanhas.

No auge do desespero, Dilma chegou a afirmar que o executivo Marcelo Odebrecht foi torturado na Lava Jato para "inventar" coisas a seu respeito. Dilma sabe que o empreiteiro entregou provas robustas sobre seus relatos e não há tortura neste mundo capaz de produzir provas retroativas.

Mas os problemas de Dilma não se resumem às delações do príncipe dos empreiteiros e de seus comandados. O casal de marqueteiros responsável pelas campanhas da petista também já deu com a língua nos dentes e confirmou que  Dilma sabia dos esquemas de financiamento ilícito de suas campanhas com dinheiro desviado pela Odebrecht dos cofres públicos com sua conivência.

A mulher de João Santana, Monica Moura, cuspiu o chiclete e confirmou a fama de caloteira de Dilma. A publicitária afirmou que cobrou a petista diversas vezes valores que ficaram "pendurados" da campanha de 2010 e que concordou com a "solução" proposta por Dilma de receber dinheiro roubado da Petrobras.

Embora a abertura de processos possa demorar ainda alguns meses, o fato é que a delação do casal de marqueteiros promete deixar Dilma bastante encrencada na Lava Jato.

Presa durante a 23ª fase da Operação Lava Jato, Monica Moura pagou mais de R$ 30 milhões em fiança para ser colocada em liberdade. Agora, a publicitária e seu marido entregaram Dilma, Lula e o PT para continuar livres. 



Da cadeia Dirceu alerta PT da prisão de Lula e Dilma
Autor
Adriano Roberto

Da cadeia Dirceu alerta PT da prisão de Lula e Dilma

José Dirceu, o ex-Ministro-Chefe da Casa Civil dos governos dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, tem alertado aliados do PT que o visitam na prisão que o partido deveria estar mais atento ao risco de Lula e Dilma serem presos após delações do publicitário João Santana e sua mulher, Mônica Moura.

Segundo a coluna Painel da Folha de S. Paulo, Dirceu disse a mais de um interlocutor que o PT deveria se adiantar e organizar grandes manifestações com a colaboração de movimentos sociais e grupos da sociedade civil.

Para o ex-ministro, Lula e Dilma devem ser os principais alvos da delação dos ex-marqueteiros do partido.

Preso em agosto de 2015 na operação "Pixuleco", da Lava Jato, Dirceu está detido no Complexo Médico Penal, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Ele foi condenado pelo juiz Sérgio Moro a 23 anos e três meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva, participação em organização criminosa e lavagem de dinheiro.



Triunfo: chuva forte aumenta volume de água no Açude
Autor
Adriano Roberto

Triunfo: chuva forte aumenta volume de água no Açude

Na noite desta quarta-feira (05) os triunfenses puderam desfrutar de uma forte chuva que trouxe junto com ela muitos trovões e sem dúvidas a esperança de volta aos agricultores da região. Muitas cisternas foram reabastecidas com a água da chuva e poços e cacimbas armazenaram o suficiente para um bom tempo é o que contam os moradores da zona rural.

A chuva que durou por várias horas, também aumentou o volume de água no Lago João Barbosa, o que alegrou ainda mais a população, devolvendo aos poucos a beleza do 'Açude' é o principal cartão postal da cidade.

Segundo o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) o índice pluviométrico o volume de chuva desta quarta-feira corresponde a 47 milímetros. Somados aos outros dias, Triunfo registrou um total de 89,2 milímetros de chuva só neste mês de abril.
 
Já segundo os sites de metereologia ClimaTempo e INMET os próximos dias na cidade serão de céu nublado a parcialmente nublado com possibilidade de pancadas de chuva isolada. Com uma temperatura que pode variar entre a mínima de 18° e a máxima de 33°. Informações do blog Triunfo Hoje.



Sebastião e Paulo assinam ordens de serviços no Agreste Setentrional
Autor
Adriano Roberto

Sebastião e Paulo assinam ordens de serviços no Agreste Setentrional

Governador Paulo Câmara e o secretário de transportes, Sebastião Oliveira assinaram a Ordem de Serviço para conclusão do asfalto da PE-193, que liga Capoeiras - São Bento do Una, nesta quinta-feira, 06, na cidade de Garanhuns. Em entrevista concedida na rádio local, o governador Paulo Câmara disse que independente de campanha política tem responsabilidade e a obra da PE-193 será retomada e concluída.

Segundo Sebastião, o serviço é para terminar o asfaltamento da PE-193, que vai beneficiar as cidades de Caetés, Capoeiras e São Bento do Una. "Faltam cerca de 5 km para a conclusão da pavimentação da estrada que agora está sendo finalizada, a obra vai custar R$ 7 milhões" pontuou. O secretário destacou também, as ordens de serviço para a pavimentação da estrada vicinal de Rainha Izabel, distrito de Bom Conselho e o pórtico na entrada da cidade de Jucatí.

Participaram do ato de assinatura das Ordens de Serviços, além do secretário de transportes, a prefeita de Capoeiras Neide Reino (PSB) e o prefeito de Caetés, Armando Duarte (PTB), e os deputados estaduais, Marcantonio Dourado e Claudiano Filho. 



Proposta proíbe concurso exclusivo para cadastro de reserva
Autor
Adriano Roberto

Proposta proíbe concurso exclusivo para cadastro de reserva

Reclamações de concursandos e estudantes insatisfeitos com os processos seletivos, as bancas examinadoras e a postura de administradores públicos em relação aos concursos públicos são recebidas com frequência pelo senador, Paulo Paim (PT-RS), por e-mails, redes sociais ou em seu gabinete.
 
Com o objetivo de amparar os candidatos, o senador apresentou uma proposta de emenda à Constituição que põe fim a um dos maiores motivos de queixas: a realização de concurso somente para a formação de cadastro de reserva
 
Segundo a PEC 29/2016, o cadastro, que costuma ser utilizado para contratações futuras do órgão ou entidade quando a administração não sabe ao certo quantas vagas estarão disponíveis, pode continuar existindo, mas a quantidade de vagas destinadas à formação desse cadastro ficará limitada a 20% dos correspondentes cargos ou empregos públicos vagos.
 
A proposição também veda a abertura de um novo certame enquanto houver candidatos aprovados em seleção anterior válida. Ainda pela proposta, o número de vagas ofertadas deve ser igual ao número de cargos ou empregos vagos, sendo obrigatório o preenchimento de todos esses postos.
 
— Criou-se uma indústria de concursos neste país. As pessoas fazem a prova, eles dizem que o número de vagas vale pelos próximos dois anos, não chamam ninguém e começam a fazer concurso de novo. E assim sucessivamente — lamenta Paim.
 
O senador lembrou o sacrifício feito pelos estudantes, que tentam o futuro em certames longe de suas casas e depois ficam sem perspectiva de nomeação:
 
— As pessoas pagam, deslocam-se pelo Brasil todo e depois fazem novamente para cadastro de reserva. Não dá. É uma picaretagem — opina.
 
A PEC 29/2016 altera o artigo 37 da Constituição. O texto está tramitando na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), sob a relatoria de Ivo Cassol (PP-RO), que ainda não apresentou parecer. Paim está confiante de que a tramitação avance ao longo deste ano.
 
Apoio
 
Se depender da população, o texto não terá dificuldade de ser aprovado. No site do Senado, mais de 2,3 mil pessoas demonstraram ser favoráveis à proposta e apenas 104 disseram não concordar. A Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos (Anpac) também se diz a favor da iniciativa.
 
— Quando algum órgão da administração abre um processo seletivo só com cadastro, pode ser que a intenção seja meramente arrecadatória, numa clara má-fé do administrador — diz Marco Antonio Araújo Junior, presidente da entidade.
 
O diretor-geral da Rede Alub de Ensino, Alexandre Crispi, que oferece cursinhos preparatórios, observa que muitos estudantes já nem fazem inscrição quando se deparam com um concurso exclusivo para cadastro.
 
— Já sabem que é grande a chance de não haver nomeações futuras. É uma pegadinha que não pega muita gente mais. A reserva é importante e pode até existir, para que o administrador possa planejar a médio prazo e ter flexibilidade, mas não pode haver exclusividade de vagas para sua formação— opina.
 
Lei geral
 
Outras propostas de alteração de regras relativas a concursos estão tramitando no Senado. É o caso da PEC 75/2015, do ex-senador Douglas Cintra, que abre caminho para a elaboração de uma lei nacional com regras gerais para todos os concursos, tanto os da União como os dos governos estaduais e municipais.
 
A PEC garante ao Congresso a iniciativa dessa lei nacional, sendo concedida autonomia aos estados, aos municípios e ao Distrito Federal para elaborarem normas com as mesmas diretrizes.
 
A PEC foi aprovada em junho do ano passado na CCJ e está pronta para ir para o Plenário. Na ocasião, o relator, Valdir Raupp (PMDB-RO), ressaltou que diretrizes nacionais mínimas para os concursos são essenciais.
 
— O instituto do concurso público é uma das maiores conquistas do povo brasileiro e representa um dos mecanismos mais democráticos e republicanos de acesso aos cargos e empregos públicos em nosso país. Desse modo, não se pode admitir a continuidade da ocorrência de fraudes e de ineficiência em concursos — afirmou.
 
Reivindicações
 
Já o PLS 30/2012, de Acir Gurgacz (PDT-RO), foi apresentado para atender uma série de reivindicações dos candidatos. O projeto é amplo e trata, por exemplo, de critérios para definição do valor da taxa de inscrição, formas de isenção e cobrança.
 
Também estabelece sanções para casos de fraude, define prazo e forma para divulgação de gabaritos, regula as formas e prazos mínimos para recurso e veda o uso de doutrina isolada e (ou) jurisprudência não predominante, salvo referência expressa no enunciado da questão.
 
O projeto está na CCJ aguardando designação de relator.
 
— O concurso é uma instituição muito confiável e temos bancas muito sérias, mas é preciso aparar algumas arestas. Hoje muitos problemas relativos às seleções sobrecarregam o Judiciário pela falta de legislação específica — opina Crispi.


Tacaratú abre processo seletivo em concurso

Por meio de sua Secretaria Municipal de Educação, a Prefeitura de Tacaratu anunciou a abertura de seu novo processo seletivo. Situado em Pernambuco, o órgão retificou o edital n° 01/2017 com as informações corretas sobre o seletivo, que pretende contratar novos profissionais temporariamente.

Estão abertas 196 oportunidades de níveis alfabetizado, médio e superior. As chances são para as funções de: Monitor Escolar; Motorista; Merendeira; Professor da Educação Infantil; Professor do Fundamental I; Professor do Fundamental II (Letras, Matemática, Geografia, Biologia, História e Educação Física); Auxiliar de Serviços Gerais e Vigia.

Os salários ofertados aos convocados vão de R$ 937,00 a R$ 1.273,56, para o cumprimento de jornadas semanais de até 40 horas, variando com a função. O seletivo reserva 20% do seu total de vagas a candidatos com deficiência, desde que a deficiência seja compatível com o exercício do cargo.

Interessados podem se inscrever gratuitamente até 15 de abril de 2017, no site www.tacaratu.pe.gov.br. Também é possível se inscrever pessoalmente, das 8h às 12h e das 14h às 17h, na Secretaria de Educação. O endereço é Rua Pedro Toscano, 378, Centro, Tacaratu – PE.

O seletivo constará de duas etapas: análise de currículo documentado e prova escrita. A aplicação da prova está programada para os dias 9 e 10 de maio de 2017, mas não serão aplicadas a candidatos às funções de Auxiliar de Serviços Gerais, Merendeira e Vigia.

O resultado final será homologado e divulgado no dia 23 de maio de 2017, no site www.tacaratu.pe.gov.br e no quadro de avisos da Secretaria de Administração.

Mais informações podem ser encontradas no edital do Processo Seletivo Prefeitura de Tacaratu – PE – 2017, disponível em: http://213.136.94.69/sitetacaratu/?p=690

As contratações temporárias terão vigência até o dia 31 de dezembro de 2017.



Aberto processo de seleção do CIMPAJEÚ - PE

Em Pernambuco, estão abertas as inscrições para o processo seletivo do Consórcio de Interação dos Municípios do Pajeú (CIMPAJEÚ). A seleção é regida pelo edital nº 21/2017 e tem como objetivo contratar e formar cadastro de reserva de servidores.
 
São nove vagas, sendo seis imediatas e três para reserva, distribuídas entre os seguintes cargos: Assistente de Operador de Sonda, Operador de Sonda e Auxiliar de Operador de Sonda.
 
Os profissionais aprovados receberão salários de R$ 1.000,00 a R$ 1.200,00 para atuação no Núcleo Intermunicipal de Agricultura, Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Cimpajeú (NAMARH/CIMPAJEÚ). As cargas horárias semanais serão de 40 horas.
 
Interessados podem se inscrever até o dia 13 de abril de 2017, no CIMPAJEÚ. O endereço é Av. Manoel Borba, 267, 1º andar, Centro, Afogados da Ingazeira – PE.
 
Além do currículo e ficha de inscrição cujo modelo está presente no edital, o candidato de deve apresentar, no ato da inscrição: RG, CPF, Comprovantes de quitação com a Justiça Eleitoral e Serviço Militar (homens), Comprovantes de escolaridade e experiência profissional, entre outros.
 
O seletivo constará de avaliação curricular para todos os cargos. O quadro com os critérios da avaliação curricular pode ser encontrado no edital.
 
A divulgação do resultado final do seletivo será feita no dia 19 de abril de 2017, mediante homologação no Diário Oficial dos Municípios do Estado de Pernambuco. Após homologado o resultado, a seleção será válida por um ano prorrogável por igual período.
 
O edital do Processo Seletivo CIMPAJEÚ – PE – 2017 está disponível no seguinte link: https://goo.gl/ZqYucA


Aprovados da polícia cobram nomeações em ato na Alepe
Autor
Adriano Roberto

Aprovados da polícia cobram nomeações em ato na Alepe

Da FolhaPE - Cerca de trinta pessoas aprovadas nos concursos da Polícia Civil e da Policia Científica de Pernambuco ocupam as galerias da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) na tarde desta terça-feira (4). Eles buscam apoio dos deputados para que pressionar o Governo do Estado a definir um cronograma de atividades obrigatórias para que eles sejam nomeados para os cargos

A sessão começou por volta das 14h40 e os aprovados aguardavam em silêncio que algum parlamentar cite o caso no plenário. De acordo com a apuração da Rádio Folha de Pernambuco, eles não consideram a manifestação um protesto, mas uma ação em busca de apoio dos deputados. No meio da sessão, o grupo abriu uma faixa que cobrava as nomeações. "Segurança Pública e transparência, não é favor, mas dever do Estado", dizia o texto. 

No dia 3 de março, o Ministério Público de Pernambuco recomendou à Secretaria de Defesa Social (SDS) e ao Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) a anulação da prova de avaliação psicológica. Os candidatos teriam que refazer o exame psicotécnico porque houve denúncias de rasuras nos cadernos de respostas. A reformulação da etapa irá atrasar o prazo de nomeações dos aprovados. O teste psicotécnico foi realizado no dia 23 de outubro de 2016, e o concurso aprovou 2.208 pessoas

Para Thiago Magalhães, um dos representantes do grupo que realizou o ato, não há materialidade que comprove irregularidades no concurso. "Rabisco no caderno de perguntas não é problema para o concurso andar". Segundo ele, os aprovados estão apenas aguardando que o Governo do Estado divulgue o cronograma com a data de início do curso de formação para que todos estejam na rua, assumindo a função, já no mês de setembro. "A sociedade precisa da gente nas ruas, nós queremos reavivar o Pacto Pela Vida."

Na plenária, o deputado estadual Joel da Harpa (PTN-PE), que foi policial militar, defendeu os aprovados. "Os concursados estão buscando uma transparência maior em todo esse processo", explicou o deputado, que considera a ação do Ministério Público "desnecessária". Para ele, bastaria procurar as pessoas que estavam nas salas onde foram identificados cartões com irregularidades, ao invés de penalizar a todos. "Nós esperamos que haja, por parte do Governo do Estado, rapidez nesse processo, até porque a insegurança está ai em Pernambuco. Há um déficit muito grande de policiais civis em Pernambuco. Hoje nós temos pouco menos de cinco mil policiais, quando deveríamos ter mais de 10 mil, enquanto essas duas mil pessoas estão aptas para irem para o curso e assim estarem prestando serviço para a população pernambucana na área de segurança, que é o grande mal, neste momento, no nosso estado."



Gilmar no pleno do TSE:
Autor
Adriano Roberto

Gilmar no pleno do TSE: "quem somos nós para julgar?"

Gilmar Mendes, presidente do Superior Tribunal Eleitoral, abriu o julgamento do processo de cassação da chapa Dilma-Temer nesta manhã com um alerta aos seus colegas ministros: “Excelentíssimos, peço que reflitam com cuidado sobre a ação em questão. Anular uma chapa presidencial requer um exame muito cuidadoso. Quanto mais tempo dedicarmos à análise dos autos, mais tempo será necessário, pois multiplicar-se-ão as evidências.”

Atônito, o colegiado escutou em silêncio as palavras de Mendes, que seguiu: “Ao longo dessa jornada, que por certo não acabará antes de 2018, fatalmente nos perguntaremos todos: quem somos nós para julgar? Precisamos reconhecer com humildade a precariedade da nossa condição de magistrado.”

Ao fim da sessão, Mendes fez um último apelo aos juízes: “Caso, no entanto, decida-se por dividir a chapa e avaliar as contas de cada candidato em separado, é fundamental que recobremos os nossos sentidos, honremos a toga que trajamos e defendamos com altivez e firmeza a governabilidade.”

Redes Sociais

Últimos Posts

Apoio


  • Ponto de Vista AO VIVO
  • Blog Edmar Lyra

  • Digite Google

Siga-me no Facebook