Blog do Adriano Roberto


Um vice que completa em tudo o trabalho da prefeita
Autor
Adriano Roberto

Um vice que completa em tudo o trabalho da prefeita

Por Pablo Fernandes

O vice-prefeito é um braço direito do prefeito. É o exemplo, hoje de Rodrigo Anselmo Pinheiro, que entrou na última eleição com a prefeita Raquel Lyra na disputa, e tem se tornado um parceiro importante que avança no dia a dia das questões mais importantes do município, participando de tudo que envolve a cidade Caruaru.

Por essa razão, ao escolher Rodrigo Pinheiro como seu vice-prefeito, Raquel Lyra, deu um passo importante para gerar mais confiança no caruarense.Sem sombra de dúvidas, com uma postura singular,Rodrigo Pinheiro,se faz primordial na concepção de uma nova cidade, de uma nova Caruaru.

Simpático, atento e ligado nos acontecimentos do País, Rodrigo tem por missão, vislumbra o que de bom pode ser trazido para o município. Raquel Lyra, enxerga no seu vice uma parceria importante,e por essa razão, não mede esforços para em cada evento, o apresentar como vice de qualidade excepcional.

Sempre atento e preocupado, Rodrigo, foi peça importante na articulação da maior festa junina do Nordeste, bem como tem sido naquilo que vai fazer  Caruaru crescer. Nós que sempre acompanhamos os trabalhos de cada vice prefeito nas suas cidades, podemos afirmar que Rodrigo Pinheiro ainda vai ter muita estrada para percorrer, e muita história para que nós contemos.

O vice-prefeito é o substituto primário do prefeito, não só temporariamente, nos respectivos impedimentos, mas definitivamente, quando o sucede, nos casos de vacância, que poderá ocorrer mediante renúncia, falecimento ou cassação de mandato. E nesse ponto é importante recordar que a hipótese de um vice suceder o titular do cargo não tem sido rara no Brasil, inclusive está configurada no atual momento, no ambiente da Presidência da República.

Mas quem é esse homem?

Filho de Mércia Maria Anselmo de Moura Pinheiro e de José Pinheiro dos Santos Filho. É empresário do ramo da construção civil e corretor de imóveis, dando uma importante contribuição para o crescimento da cidade e região. Ainda criança acompanhava o pai, o saudoso “Pinheirão” pelos terrenos e lotes que comercializava, e foi ai que começou o seu filling para os negócios.
Desde jovem o empreendedorismo fez parte de sua vida. Apesar da pouca idade, muitos de seus projetos empresariais foram pioneiros, a exemplo da implantação do 1o Bairro Planejado da Cidade de Garanhuns, e outros projetos que seguem a mesma dinâmica.

Caruaru tem de verdade uma dupla que pode trazer muitos resultados. É confiar e esperar coisas melhores que virão através de quem realmente conhece a cidade. Tanto Raquel como Rodrigo, conhecem bem essa realidade.

Pablo Fernandes é empresário e analista político de Petrolina.



Ponto de Vista a disposição da bancada pernambucana  no Congresso Nacional
Autor
Adriano Roberto

Ponto de Vista a disposição da bancada pernambucana no Congresso Nacional

Iniciamos nesta terça um plantão no Salão Verde do Congresso, onde passam todos os deputados e senadores que participam das seções na Câmara e no Senado. 

O programa Ponto de Vista está se colocando à disposição da nossa bancada de PE, nas duas casas, para a divulgação do trabalho dos parlamentares do nosso Estado.

Aguardamos a presença de todos os que querem prestar contas com o povo pernambucano para entrevista nos nossos canais das redes sociais e na Rede PE de Rádio, com o programa líder de audiência nas tardes de Pernambuco na apresentação deste repórter que vos escreve.



Presidente da Alepe presta contas do primeiro semestre na última seção entes do recesso
Autor
Adriano Roberto

Presidente da Alepe presta contas do primeiro semestre na última seção entes do recesso

A Assembleia Legislativa encerrou nesta segunda-feira (1º) os trabalhos do primeiro semestre deste ano. Em discurso na sessão plenária, o presidente da Casa, deputado Eriberto Medeiros (PP), fez um balanço positivo do período, com ênfase na aproximação do Legislativo com a sociedade que se ampliou neste semestre, seja em presenças no plenário e nas audiências públicas ou pelas ações promovidas pelas Frentes Parlamentares.

Entre reuniões preparatórias, ordinárias, extraordinárias e solenes, foram realizadas neste semestre um total de 109 sessões no plenário e 41 audiências públicas no âmbito das comissões permanentes da Assembleia. Os colegiados trataram de temas de interesse da população como o drama dos moradores do Edifício Holiday, a reforma da previdência e a questão da segurança pública no estado. 

A Assembleia interagiu ainda com os pernambucanos através das 12 Frentes Parlamentares instaladas na Casa, dentre elas a de defesa do setor sucroalcooleiro e a Frente de análise e acompanhamento da situação das barragens estaduais.

LEIS

Em cinco meses de trabalho, os deputados apresentaram 301 projetos de leis, 59 resoluções e 7 emendas à Constituição. Do total de projetos, 96 já figuram como leis voltadas para o desenvolvimento do estado. 

“Acreditamos que não só a quantidade, mas sobretudo a qualidade de nossa produção legislativa é capaz de ilustrar muito bem a determinação e o esmero com que temos desempenhado as funções de legislar em nome dos pernambucanos e de fiscalizar o governo também em nome do nosso povo”. 

Dentre as iniciativas dos parlamentares, o presidente da Assembleia destacou a Proposta de Emenda Constitucional de autoria do primeiro-secretário Clodoaldo Magalhães (PSB) que flexibiliza os critérios exigidos para apresentação de projeto de lei de iniciativa da população. 

“Tenho certeza de que essa matéria será aprovada porque ela materializa alguns dos valores e princípios mais importantes para este Parlamento que são o fortalecimento da democracia e do protagonismo dos verdadeiros detentores do poder que é o povo”, pontuou o presidente.

ALEPE CIDADÃ

Para Eriberto Medeiros, o primeiro semestre 2019 indica outro ponto positivo para a Alepe: a aproximação da sociedade do poder Legislativo. Ilustra o fato, o expressivo público que compareceu às galerias do plenário, a exemplo do que ocorreu num grande expediente realizado em alusão à Semana Estadual da Adoção, em maio.

Na ocasião, foi lançado o projeto “Alepe Acolhe”, de iniciativa do primeiro-secretário Clodoaldo Magalhães, que prevê a capacitação para o mercado de trabalho de jovens de 17 anos, aptos à adoção.

Pelo projeto, a Alepe oferecerá em suas dependências cursos e estágios remunerados por um período de seis meses.

O presidente lembrou, ainda, da realização pela Escola Legislativa do primeiro curso sobre as mudanças na legislação eleitoral que irão vigorar nas eleições municipais 2020. Realizada em junho, em Petrolina, a capacitação foi feita em parceria com a União dos Vereadores de Pernambuco (UVP) e o TRE-PE.

“Esse foi, portanto, um excelente início de ano da Legislatura, o que nos permite ter a convicção de que estamos no caminho certo”, avaliou o presidente da Alepe, Eriberto Medeiros.



Autor
Adriano Roberto

A Assembleia Legislativa encerrou nesta segunda-feira (1º) os trabalhos do primeiro semestre deste ano. Em discurso na sessão plenária, o presidente da Casa, deputado Eriberto Medeiros (PP), fez um balanço positivo do período, com ênfase na aproximação do Legislativo com a sociedade que se ampliou neste semestre, seja em presenças no plenário e nas audiências públicas ou pelas ações promovidas pelas Frentes Parlamentares.

Entre reuniões preparatórias, ordinárias, extraordinárias e solenes, foram realizadas neste semestre um total de 109 sessões no plenário e 41 audiências públicas no âmbito das comissões permanentes da Assembleia. Os colegiados trataram de temas de interesse da população como o drama dos moradores do Edifício Holiday, a reforma da previdência e a questão da segurança pública no estado. 

A Assembleia interagiu ainda com os pernambucanos através das 12 Frentes Parlamentares instaladas na Casa, dentre elas a de defesa do setor sucroalcooleiro e a Frente de análise e acompanhamento da situação das barragens estaduais.

LEIS

Em cinco meses de trabalho, os deputados apresentaram 301 projetos de leis, 59 resoluções e 7 emendas à Constituição. Do total de projetos, 96 já figuram como leis voltadas para o desenvolvimento do estado. 

“Acreditamos que não só a quantidade, mas sobretudo a qualidade de nossa produção legislativa é capaz de ilustrar muito bem a determinação e o esmero com que temos desempenhado as funções de legislar em nome dos pernambucanos e de fiscalizar o governo também em nome do nosso povo”. 

Dentre as iniciativas dos parlamentares, o presidente da Assembleia destacou a Proposta de Emenda Constitucional de autoria do primeiro-secretário Clodoaldo Magalhães (PSB) que flexibiliza os critérios exigidos para apresentação de projeto de lei de iniciativa da população. 

“Tenho certeza de que essa matéria será aprovada porque ela materializa alguns dos valores e princípios mais importantes para este Parlamento que são o fortalecimento da democracia e do protagonismo dos verdadeiros detentores do poder que é o povo”, pontuou o presidente.

ALEPE CIDADÃ

Para Eriberto Medeiros, o primeiro semestre 2019 indica outro ponto positivo para a Alepe: a aproximação da sociedade do poder Legislativo. Ilustra o fato, o expressivo público que compareceu às galerias do plenário, a exemplo do que ocorreu num grande expediente realizado em alusão à Semana Estadual da Adoção, em maio.

Na ocasião, foi lançado o projeto “Alepe Acolhe”, de iniciativa do primeiro-secretário Clodoaldo Magalhães, que prevê a capacitação para o mercado de trabalho de jovens de 17 anos, aptos à adoção.

Pelo projeto, a Alepe oferecerá em suas dependências cursos e estágios remunerados por um período de seis meses.

O presidente lembrou, ainda, da realização pela Escola Legislativa do primeiro curso sobre as mudanças na legislação eleitoral que irão vigorar nas eleições municipais 2020. Realizada em junho, em Petrolina, a capacitação foi feita em parceria com a União dos Vereadores de Pernambuco (UVP) e o TRE-PE.

“Esse foi, portanto, um excelente início de ano da Legislatura, o que nos permite ter a convicção de que estamos no caminho certo”, avaliou o presidente da Alepe, Eriberto Medeiros.



Líder da oposição na Alepe faz balanço do primeiro semestre de 2019
Autor
Adriano Roberto

Líder da oposição na Alepe faz balanço do primeiro semestre de 2019

Nesta segunda-feira (1º), o deputado estadual Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB), líder da oposição na Alepe, subiu à tribuna para fazer um balanço do trabalho desempenhado pela bancada de oposição durante o primeiro semestre deste ano. O parlamentar destacou as ações desenvolvidas na área da saúde através da fiscalização pela Blitz da Oposição, carro chefe da bancada, além de parabenizar o trabalho desempenhado por todos os deputados que compõem a oposição na casa. 

Durante seu discurso, Marco Aurélio argumentou que a oposição não se preocupou apenas em apontar os problemas, mas também apresentar soluções, “trouxemos para essa casa um debate daquilo que as pessoas lá fora reclamavam que não estava ocorrendo bem em Pernambuco. Nós trouxemos para cá uma discussão que pudéssemos apresentar soluções, e que o governo pudesse trazê-las para Pernambuco, não para nós deputados, mas para o povo que estava lá fora”, defendeu Marco Aurélio. 

Uma das maiores conquistas da bancada foi o remanejamento de vinte e sete ambulâncias zero quilômetro do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), doadas ao governo de Pernambuco em 2013 e denunciadas pela Blitz. As ambulâncias foram encontradas abandonadas em um galpão da Secretaria de Saúde de Pernambuco, no Hospital Otávio de Freitas, no Recife. 

O parlamentar defendeu ainda que uma das prioridades para o próximo semestre seja a votação da PEC das Emendas, de autoria do deputado Alberto Feitosa (SD), “essa é a grande pauta inicial para o segundo semestre”. Marco Aurélio parabenizou também a atuação do presidente da Assembleia, deputado Eriberto Medeiros (PP), “sempre mediando as grandes questões que aconteceram aqui, no sentido de buscar sempre o entendimento”, agradeceu o parlamentar.



Paulo Câmara diz que Sebastião já garantiu o dinheiro do aeroporto de Serra
Autor
Adriano Roberto

Paulo Câmara diz que Sebastião já garantiu o dinheiro do aeroporto de Serra

Numa entrevista à rádio Cultura, de Serra Talhada, respondendo a uma pergunta do comunicador, Anderson Tennens,  governador Paulo Câmara declarou que os recursos para as obras pendentes do aeroporto Santa Magalhães, naquele município, já foram garantidos pelo deputado federal Sebastião Oliveira desde o final do ano passado (2018).

Câmara disse que está querendo terminar ainda este ano as obras exigidas pelos órgão controladores de aviação. Garantiu que o dinheiro, num montante de 20 milhões, já está em caixa e só aguarda as licitações para terminar o aeroporto e receber os voos tão prometidos pelo Governo.



Em caravana pelo interior, presidente do PSL estadual visita líder do partido no Pajeú
Autor
Adriano Roberto

Em caravana pelo interior, presidente do PSL estadual visita líder do partido no Pajeú

Da RBN - Cumprindo agenda política no interior pernambucano durante o período junino, Marcos Amaral, presidente Estadual do Partido Social Liberal (PSL), realizou visitas as principais cidades sertanejas, fazendo nesse período uma relevante parada em Serra Talhada, cidade na qual o PSL mantém forte base política, bem como no seu entorno. Na oportunidade, Amaral ouviu filiados locais do partido e fez uma análise das ações desenvolvidas pela sigla naquela município, que está sob a responsabilidade política da Dra. Eliane Oliveira, liderança que assumiu também a missão de responder pelas cidades do Sertão do Pajeú e do Itaparica.

“O objetivo nosso foi vir de Petrolina visitando as cidades polos e hoje estamos aqui em Serra Talhada visitando a Dra. Eliane Oliveira para ver em que pé andam os encaminhamentos do PSL”, relatou Marcos em entrevista a uma emissora de rádio local. Marcos ainda disse que “Em Serra Talhada, é importante que estejamos bem afinados para as eleições 2020, eleições muito importantes para o PSL, porque é para o partido uma cidade relevante do sertão, na qual o presidente obteve uma votação expressiva e na qual contamos com um grupo muito forte e atuante”, complementou. 

Ainda na entrevista concedida, Marcos Amaral narrou que o PSL está muito antenado com Serra Talhada e que irão procurar os encaminhamentos que devem ser conduzidos no Pajeú com a orientação da Dra. Eliane, segundo ele uma liderança que representa bem o partido. Ele afirmou que entre tantos outros municípios, Serra Talhada também terá candidatura própria no pleito de 2020. 

Nesse visita, Marcos Amaral ao lado da Dra. Eliane, realizaram reuniões com lideranças políticas de Serra Talhada e Santa Cruz da Baixa Verde, ainda com correligionários de Triunfo, Tabira, Afogados da Ingazeira, São José do Egito, Tacaratu, Jatobá, Petrolandia e Carnaíba, 

Nas palavras da Dra. Eliane Oliveira, a passagem do representante do partido do Estado naquela região, trouxe felicidade, esperança e “Um olhar especial do PSL à nossa região que tanto necessita de ações direcionadas ao povo. A líder sertaneja finalizou: “Juntos estamos construindo um Projeto sólido que encurtará distâncias entre o interior do estado e as ações do governo federal.” Informações de Marcelo Jorge.



13 órgãos abrem inscrições para concursos com 430 vagas de todos os níveis
Autor
Adriano Roberto

13 órgãos abrem inscrições para concursos com 430 vagas de todos os níveis

Do G1 - Pelo menos 13 órgãos abrem nesta segunda-feira (1º) inscrições para preencher 430 vagas em concursos públicos. Há oportunidades para todos os níveis de escolaridade.

No Tribunal de Justiça de Rondônia, os salários chegam a R$ 28.884,20.

Confira lista completa de concursos



Amazon e Alibaba interessadas em comprar os Correios
Autor
Adriano Roberto

Amazon e Alibaba interessadas em comprar os Correios

É conhecido o desejo do presidente Jair Bolsonaro de privatizar os Correios e recentemente ele até demitiu o então presidente da estatal que demostrava desacordo com esta ideia — no lugar, colocou o General Floriano Peixoto, alinhado com o discurso de privatização.

De fora, grandes empresas como a estadunidense Amazon e chinesa Alibaba, dona do AliExpress, acompanham o desdobrar desta história. De acordo com a coluna Esplanada, do jornal O Dia, as gigantes do comércio eletrônico discretamente estudam a possibilidade de compra dos Correios.

O interesse se daria por conta da enorme estrutura logística que a estatal dispõe, com rotas e agências de distribuição de alcance nacional.

A coluna expõe também a possibilidade da Amazon ou Alibaba se unirem a um grande banco nacional para a compra. Assim, o serviço postal seria aproveitado pelas instituições financeiras enquanto a logística seria de serventia das gigantes internacionais.

Ainda não há previsão para o início do processo de privatização. 



Produtores do São Francisco já comemoram o acordo Mercosul-Europa
Autor
Adriano Roberto

Produtores do São Francisco já comemoram o acordo Mercosul-Europa

O acordo firmado entre o Mercosul e a União Europeia, nesta sexta-feira (28), criou a maior área de livre comércio do mundo. Juntos, os dois blocos movimentam U$ 17 trilhões em Produto Interno Bruto (PIB). Reivindicação antiga dos produtores do Vale do São Francisco, a retirada de impostos sobre os produtos agrícolas permitirá, por exemplo, que a uva de mesa produzida na região entre na Europa com tarifa zero.

Os exportadores do São Francisco também terão maior acesso à União Europeia por meio de quotas  – para açúcar e etanol –, além do reconhecimento de produtos brasileiros diferenciados, como o vinho. Em Petrolina (PE), onde recebeu os detalhes das negociações, o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais (SPR), Jailson Lira, destacou que o Vale vai se posicionar melhor no mercado internacional. 

“Alguns países que concorrem conosco na mesma época de produção de frutas, como Estados Unidos, Chile, Peru e África do Sul, não têm a incidência de taxas da União Europeia. Então, esse acordo é histórico para nós porque coloca Petrolina e o Vale do São Francisco em pé de igualdade com esses competidores, uma vez que respondemos por 98%  das exportações de uvas de mesa e 95% de mangas do país”, avalia o representante dos produtores do segmento que gera 100 mil empregos diretos e movimenta aproximadamente U$ 3,8 milhões.

Denominado como “Import Duty”, o imposto sobre importações da UE – que hoje varia entre 4% e 14% da fruta comercializada pela região do São Francisco – só será eliminado após aprovação do acordo por todos os parlamentos do bloco europeu. E, embora a previsão seja de que o processo leve dois anos, o setor agrícola do Vale já comemora. Segundo Jailson Lira, as exportações brasileiras de frutas movimentam hoje U$ 800 milhões, dos quais 60% em acordos comerciais com o bloco europeu com destaque para os mercados da Inglaterra, Holanda, Alemanha, Irlanda e Dinamarca.

“Consideramos esse acordo um avanço significativo no nosso caixa para os próximos anos. Com a mudança iremos pagar menos impostos e diminuir os custos com a produção”, afirma ele. De acordo com o Ministério da Economia e o Itamaraty, quando considerado os demais segmentos produtivos alcançados com o acordo para o Brasil, o saldo positivo é ainda maior, de U$ 125 bilhões em 15 anos.

A celebração do acordo elevou os ânimos dos fruticultores e do presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina, que ressaltou o esforço político de ministros, senadores e deputados. “Estamos extremamente satisfeitos com essa possibilidade e somos gratos aos políticos que atuaram conosco, como o senador Fernando Bezerra Coelho; o deputado federal, Fernando Filho; o prefeito Miguel Coelho; que ainda recentemente trouxeram para a região o presidente da República e a ministra da Agricultura para uma conversa conosco, e essa [celebração do acordo] foi uma das solicitações mais firmes que fizemos”, conclui Lira.



Amupe dá a largada para o encontro Latino Americano de Municípios com cobertura total do Ponto de Vista
Autor
Adriano Roberto

Amupe dá a largada para o encontro Latino Americano de Municípios com cobertura total do Ponto de Vista

A Associação Municipalista de Pernambuco – AMUPE sediará, em março do próximo ano, a XIII CÚPULA HEMISFÉRICA DE PREFEITOS E AUTORIDADES LOCAIS.

Será um momento ímpar e enriquecedor, no qual os gestores, assessores e técnicos municipais poderão trocar experiências e informações inovadoras para fazer avançar a gestão pública municipal no âmbito da América Latina.

Para tanto, a AMUPE promove, no próximo dia 09 de julho deste ano, no Centro de Convenções de Pernambuco, atividades durante todo o dia, em preparação de tão grande evento, o Seminário Estadual de Municípios com o tema: INOVAR PARA AS PESSOAS.

O presidente da AMUPE, José Patriota, está convocando a presença dos prefeitos e dos seus secretários, assessores e técnicos neste dia para participar da programação abaixo.

PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR – 09 de julho:

09h00 – Abertura

11h00 – Palestra Magna
Os desafios da Gestão Pública local no contexto latino-americano

14h00 às 17h00 – oficinas temáticas

As inscrições serão gratuitas pelo site: www.amupe.org, através do qual cada participante poderá escolher a oficina temática de seu interesse, além de obter todas as demais informações.

Estamos nos preparando pra fazer o programa Ponto de Vista especial do evento no dia 09. A cobertura já começa agora e vai até a Cúpula Latina no próximo ano.



Relator vota a favor do projeto dos rios Tocantins ao São Francisco de Gonzaga Patriota
Autor
Adriano Roberto

Relator vota a favor do projeto dos rios Tocantins ao São Francisco de Gonzaga Patriota

O projeto de lei (PL 538/19) do deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) que trata da interligação entre o rio Preto (BA) e o rio Tocantins, destinada a assegurar a navegação desde o rio São Francisco ao rio Amazonas recebeu parecer favorável do relator do PL, o deputado federal Pastor Eurico (PATRI).
Gonzaga Patriota explica que o projeto trata-se da reapresentação do Projeto de Lei nº 6569/2013 anteriormente, Projetos de Lei nº 6284/2013; nº 250/1995 4797/1990, de sua autoria, referente à navegação fluvial e suporte de regularização hídrica do rio São Francisco, através do rio Tocantins.
“O PL 6569/2013 foi aprovado nesta Casa parlamentar e, por ter sido arquivado no Senado Federal, estamos o reapresentado, nos ermos da legislação vigente.

Essencialmente para um país como o Brasil, e num cenário cada vez mais próximo de escasseamento de recursos energéticos e aproveitamento racional das vias navegáveis interiores, representa condição inarredável para o desenvolvimento econômico e social equilibrado e melhoria de suas condições de competitividade no intercâmbio internacional.

Para o deputado Pastor Eurico, relator do PL, “uma vez incluída a previsão da interligação de bacias no Plano Nacional de Viação (PNV), poderão ser oportunamente alocados recursos do orçamento da União para a realização de estudos que permitam viabilizar as obras ou modelos de parceria necessários a empreendimento de tal magnitude, o qual deverá otimizar o desenvolvimento regional e nacional, com amplas externalidades positivas, sociais e econômicas.

Notamos, entretanto, a necessidade de ajustes na forma como o projeto é proposto, de forma a adequá-lo aos padrões do Plano Nacional de Viação”.

O socialista pernambucano reforça que “aprovado este projeto de lei, teremos o tráfego hidroviário do rio São Francisco, pelo canal do rio Preto, rio Tocantins e rio Amazonas, facilitando, inclusive, o transporte das cargas da Ferrovia Norte-Sul para os Portos de Suape, em Pernambuco e Pecém, no Ceará, por essa hidrovia, em conexão com a Ferrovia Transnordestina e, no caso de escassez de água no rio São Francisco, como já ocorre hoje, teremos condições de reserva de parte das águas do rio Tocantins, para o rio São Francisco”.