Blog do Adriano Roberto


Programa Casa Verde e Amarela, aprovado na Câmara em dezembro, incentiva aquisição da casa própria
Autor
Adriano Roberto

Programa Casa Verde e Amarela, aprovado na Câmara em dezembro, incentiva aquisição da casa própria

Em plena pandemia, a Câmara dos Deputados adaptou seu sistema de votação em Plenário para permitir a tramitação das propostas. As mudanças permitiram a aprovação de 180 projetos em 2020, o maior número na década.

Na área habitacional, os deputados aprovaram a Medida Provisória 996/20, que cria o programa Casa Verde e Amarela para financiar a construção e pequenas reformas de residências para famílias com até R$ 7 mil de renda mensal na área urbana e com até R$ 84 mil de renda ao ano na área rural. A MP já foi aprovada pelo Senado e foi remetida à sanção presidencial.

Com esse programa, a União poderá destinar terrenos de sua propriedade a participantes privados do programa sem necessidade de autorização legislativa, mas com licitação. Construtoras e incorporadoras interessadas que oferecerem o maior nível de contrapartidas ganham o certame.

As taxas de juros devem ficar em torno de 5% ao ano. Para os estados do Norte e do Nordeste, o percentual poderá ser menor, de 4,5% ou mesmo 4,25%, a depender da faixa de renda familiar.

O programa separa o público-alvo em três faixas de renda: até R$ 2 mil; de R$ 2 mil a R$ 4 mil; e de R$ 4 mil a R$ 7 mil. Somente aqueles com renda até R$ 4 mil em área urbana e com renda anual de até R$ 48 mil na área rural poderão contar com ajuda da União para adequar as parcelas ao orçamento familiar (subvenção).

Os valores recebidos temporariamente, como o auxílio emergencial, não entram no cálculo da renda.

Fonte: Agência Câmara de Notícias



Vacinação: 354 milhões de doses estão asseguradas em 2021, diz Pazuello
Autor
Adriano Roberto

Vacinação: 354 milhões de doses estão asseguradas em 2021, diz Pazuello

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou hoje (6), em pronunciamento em rede nacional de rádio e TV, que o Brasil tem asseguradas, para este ano, 354 milhões de doses de vacinas contra a covid-19. Do total, 254 milhões serão produzidas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em parceria com a AstraZeneca, e 100 milhões pelo Butantan, em parceria com a empresa Sinovac.

Pazuello anunciou também a edição de uma medida provisória que trata de ações excepcionais para aquisição de vacinas, insumos, bens e serviços de logística.

O ministro informou que o ministério está em processo de negociação com os laboratórios Gamaleya, da Rússia, Janssen, Pfizer e Moderna, dos Estados Unidos, e Barat Biotech, da Índia.

Segundo Pazuello, estão disponíveis atualmente cerca de 60 milhões de seringas e agulhas. “Ou seja, um número suficiente para iniciar a vacinação da população ainda neste mês de janeiro”, disse o ministro. “Temos, também, a garantia da Organização Panamericana de Saúde [Opas] de que receberemos mais 8 milhões de seringas e agulhas em fevereiro, além de outras 30 milhões já requisitadas à Abimo [Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos e Odontológicos], a associação dos produtores de seringas”. 

Pazuello destacou que o Brasil está preparado logisticamente para a operação de vacinação. “Hoje, o Ministério da Saúde está preparado e estruturado em termos financeiros, organizacionais e logísticos para executar o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19”, disse.

Sobre a vacina da Pfizer, o ministro destacou os esforços para resolver as “imposições que não encontram amparo na legislação brasileira”, como a isenção de responsabilização civil por efeitos colaterais da vacinação e a criação de um fundo caução para custear possíveis ações judiciais. O ministro disse ainda que em breve o Brasil será exportador de vacinas para a região. 

Medida Provisória 

Assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, a medida provisória citada por Pazuello prevê que o Ministério da Saúde será o responsável por coordenar a execução do Plano Nacional de Operacionalização de Vacinação contra a Covid-19. A norma também prevê a contratação de vacinas e de insumos, antes do registro sanitário ou da autorização temporária de uso emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o treinamento de profissionais para imunizar a população. “Asseguro que todos os estados e municípios receberão a vacina de forma simultânea, igualitária e proporcional à sua população”, destacou ao reafirmar que a vacina será gratuita e não obrigatória.



Após invasão, Congresso dos EUA certifica vitória de Joe Biden
Autor
Adriano Roberto

Após invasão, Congresso dos EUA certifica vitória de Joe Biden

O Congresso norte-americano certificou nesta quinta-feira (7) a vitória de Joe Biden para a Presidência dos Estados Unidos. A ratificação ocorreu por volta das 3h40 (5h40, no horário de Brasília) horas depois de o Capitólio, sede do Parlamento norte-americano, ser invadido por manifestantes. Biden eve 306 votos confirmados contra 232 para o atual presidente do país, Donald Trump.

Apoiadores do Presidente norte-americado Donald Trumb protestam em Washington
Manifestantes invadem Congresso, em Washington - REUTERS / Leah Millis

protesto interrompeu os trabalhos dos congressistas durante várias horas, e o confronto entre manifestantes e policiais deixou pelo menos quatro pessoas mortas e mais de 50 detidas. Após a certificação pelo Congresso, Trump prometeu uma "transição ordeira".

A sessão de confirmação começou ontem (6) por volta das 13h (15h no horário de Brasília), mas foi interrompida meia hora depois, após uma invasão violenta do Capitólio por manifestantes que participavam de um protesto em Washington. A sessão só foi retomada às 20h (22h, horário local).

Nas últimas horas, ainda antes da aprovação dos votos eleitorais, os congressistas rejeitaram duas tentativas de objeção aos resultados de novembro, apresentadas por representantes republicanos do Arizona e da Pensilvânia. As moções não reuniram votos suficientes por parte de outros Estados para serem discutidas.

Donald Trump reagiu pelo Twitter de Dan Scavino, diretor de redes sociais do presidente norte-americano. Embora afirme que a transição será ordeira, o presidente voltou a desacreditar o resultado eleitoral:

"Embora discorde totalmente do resultado da eleição e os fatos me deem razão, ainda assim haverá uma transição ordeira em 20 de janeiro. Sempre disse que continuaríamos a nossa luta para garantir que apenas votos legais fossem contabilizados. Embora isso represente o fim do melhor primeiro mandato na história da presidência, é apenas o princípio da nossa luta para tornar a América grande outra vez", diz o tuíte.

Eleições na Geórgia

A certificação da vitória de Joe Biden acontece no rescaldo do segundo turno das eleições na Geórgia para o Senado, em que os democratas obtiveram duas vitórias históricas.

Pela primeira vez em 20 anos, o Partido Democrata conseguiu eleger não um, mas dois senadores por aquele Estado, retirando do Partido Republicano a maioria no Senado. Agora, cada partido tem 50 assentos, mas os democratas tem a vantagem do voto de minerva da vice-presidente eleita Kamala Harris - uma vez que, segundo a legislação norte-americana, o vice-presidente do país preside o Senado.

O Democratas também têm maioria na Câmara dos Representantes (equivalente à Câmara dos Deputados no Brasil).

*Com informações da RTP



Prefeita de Rio Formoso pede ao governador agilidade na assinatura do ZATAN
Autor
Adriano Roberto

Prefeita de Rio Formoso pede ao governador agilidade na assinatura do ZATAN

Em reunião virtual com o governador Paulo Câmara (PSB) e gestores e gestoras municipais do litoral pernambucano nesta quarta-feira (06), a prefeita reeleita de Rio Formoso, Isabel Hacker (PSB), pediu agilidade na assinatura do Zoneamento Ambiental e Territorial das Atividades Náuticas (ZATAN). 

"É importante esse zoneamento para preservar o nosso meio ambiente, nosso litoral. O ZATAN busca equilibrar a prática das atividades náuticas com a proteção das áreas de preservação, delimitando pontos específicos para os banhistas, locais de embarque/desembarque do dos equipamentos náuticos e áreas de navegação e pesca", afirmou. 

A prefeita também reforçou a importância de testes de COVID-19, cartilhas educativas e pediu união para conseguir a vacina. 

"Assim como todos os prefeitos de região litorânea, quero unir esforços para melhorar a situação atual. Nosso interesse é um só: a vacina. Mas sabemos que enquanto não chegar temos que, realmente, planejar estratégias rápidas e evitar um colapso de casos", afirmou Isabel Hacker. 

A prefeita também destacou a importância dos métodos de prevenção contra a COVID-19.
“Estou aqui representando o povo de Rio Formoso que também fica nesse aguardo da vacina, e enquanto não chega precisamos manter o distanciamento social, reforçar que as pessoas usem a máscara e fazer os testes de covid-19. Temos um município que tem uma economia baseada principalmente das praias, no turismo, e no momento de pandemia isso abalou muito a economia, principalmente a saúde mental das pessoas que estão desempregadas”, disse Isabel Hacker. 

Participaram da reunião os secretários estaduais Alexandre Rabelo (Planejamento e Gestão), André Longo (Saúde), Humberto Freire (executivo de Defesa Social), Rodrigo Novaes (Turismo e Lazer), Pedro Eurico (Justiça e Direitos Humanos), o administrador de Fernando de Noronha, Guilherme Rocha e o presidente da Amupe, José Patriota. Estiveram representados no encontro os municípios de Jaboatão dos Guararapes, Barreiros, Ipojuca, Rio Formoso, Recife, Sirinhaém, Cabo de Santo Agostinho, Goiana, Igarassu, Paulista, Tamandaré, São José da Coroa Grande, Itamaracá e Olinda.

"O mês de janeiro é de férias, as pessoas vão curtir o nosso litoral. É muito importante que aproveitem as férias, mas de maneira apropriada, dentro das devidas adequações deste momento difícil pelo qual passa o mundo. Foi uma reunião muito proveitosa e espero que nas próximas semanas a gente tenha um acompanhamento mais firme, evitando qualquer tipo de aglomeração nas praias pernambucanas", pontuou o governador Paulo Câmara.



Novo prefeito de Tamandaré diz que cidade vai colaborar no combate a Covid
Autor
Adriano Roberto

Novo prefeito de Tamandaré diz que cidade vai colaborar no combate a Covid

O prefeito de Tamandaré, Carrapicho (Republicanos), participou hoje (06) da reunião realizada pelo governador Paulo Câmara (PSB) com os prefeitos do litoral pernambucano para debater sobre o combate à COVID-19. 

Na reunião, Carrapicho se colocou à disposição do chefe de estado para trabalhar de forma conjunta no enfrentamento da doença no município 

O prefeito de Tamandaré destacou a importância da reunião e os esforços que os gestores e gestoras municipais têm feito em seus municípios para reduzir os risco de contaminação do novo coronavírus. 

“ Realmente tivemos aglomerações nas festas de final de ano, mas estamos trabalhando para conter os excessos e conscientizar as pessoas. Estamos com projeto para capacitar barraqueiros, ambulantes e outras categorias, além de reuniões diárias com o nosso secretariado, em conjunto com a Vigilância Sanitária para vencermos a pandemia”, disse o prefeito. 

O governador Paulo Câmara agradeceu a participação e disponibilidade dos gestores e comentou da grande importância do litoral para o Estado de Pernambuco.

“Vamos precisar estar unidos para evitar que este cartão postal nosso não seja afetado por qualquer tipo de notícia negativa. Então vamos trabalhar juntos para termos um janeiro de paz, com menos aglomeração e ações efetivas de prevenção”, disse Paulo Câmara (PSB)



Morre Genival Lacerda, um marco do cenário artístico brasileiro
Autor
Adriano Roberto

Morre Genival Lacerda, um marco do cenário artístico brasileiro

O cantor e compositor paraibano Genival Lacerda morreu aos 89 anos. A informação foi confirmada pelo herdeiro do artista, Genival Lacerda Filho, na manhã desta terça-feira (7), em suas redes sociais. “Painho faleceu”, escreveu. 

Genival deu entrada no Hospital Unimed I, no Recife (PE), no dia 30 de novembro de 2020, com o diagnóstico de Covid-19. De acordo com os últimos boletins médicos, o artista encontrava-se na Unidade de Terapia Intensiva em estado grave, sob ventilação mecânica e em uso de drogas vasoativas e de antibióticos, sem perspectiva de alta” (saiba mais). 

A família do cantor e compositor paraibano chegou a pedir doações de sangue pela internet para tentar ajudar a melhorar o estado de saúde do artista, internado há mais de 35 dias por complicações da Covid-19.

Nascido em Campina Grande, na Paraíba, no dia 15 de abril de 1931, Genival Lacerda lançou 70 discos ao longo de sua vasta carreira. São dele sucessos como “Severina Xique Xique”, “De quem é esse jegue?” e “Radinho de Pilha”.

Para este blogueiro, um dos momentos mais marcantes de Genival na TV foi a apresentação no Bem Brasil, de Rolando Boldrin em 2014. Vamos relembrar:



Coluna do Adriano Roberto de quinta, 07/01/2021
Autor
Adriano Roberto

Coluna do Adriano Roberto de quinta, 07/01/2021

Tempos difíceis e as grandes empresas de comunicação ajudam

Estamos vivendo tempos onde as informações são bombardeadas por todos os lados e muitas vezes sem muita credibilidade nas divulgações. A chegada da internet e seus vários aplicativos nos remeteram a uma nova seara de clareza da verdade, da realidade, que não permite mais uma mentira ser colocada como notícia. A chamada “Fake News” é logo checada e confirmada como inverídica na rede conectada.

Mas a polarização mundial entre esquerdistas e direitistas promoveu uma virada de jogo na ordem natural das fontes. Antes da internet, os grandes veículos de imprensa eram os que detinham a grande credibilidade, mas agora são essas grandes corporações que sofrem com o descrédito público. Aqui no Brasil os profissionais já não conseguem trabalhar em paz, por conta do exagero no posicionamento radical das linhas editorais nas empresas contra o presidente Bolsonaro.

Mas esta narrativa contra o “conservadorismo” (nome que o mainstream faz questão de ocultar) não está colando, na análise e no pensamento do povão e isso se estende para as principais democracias do mundo. A França vive um eterno inferno astral com os chamados coletes amarelos e agora vemos toda essa reação dos americanos pedindo eleições limpas no país, diante de algumas evidencias de fraude na apuração do último pleito presidencial. A imprensa americana fala uma coisa, mas os cidadãos americanos estão sentindo outra completamente oposta.

Quando olhamos para os acontecimentos daqui, vemos o mesmo cenário, que pode se tornar tão perigoso quanto lá fora. Ou os grandes órgãos de imprensa param de insistir nas narrativas fora da realidade ou vão incitar a população a tomar as ruas e as instituições governamentais para mostrar que ninguém vai se deixar enganar mais e quem manda é o povo, como bem fala o primeiro artigo da nossa constituição. Quando escutei ontem todas as grandes TVs dizerem que os americanos estavam invadindo o Congresso Americano eu me perguntei imediatamente: como numa democracia o povo pode invadir uma casa que é do próprio povo?

Calma Joãozinho – O prefeito do Recife, João Campos, assegurou, em entrevista ao Bom Dia Pernambuco, que poderá implantar um plano de vacinação municipal independente, “caso o governo federal não distribua os imunizantes para as cidades”. Será que ele não sabe que a União sempre teve programa de vacinação muito competente e que sempre contou com a parceria de Estados e Municípios em todo país? Calma Joãozinho!

Instituto que aumenta o IDEB– Aumentar o IDEB e qualificar professores da rede municipal de educação, essa é a especialidade do Instituto Verbus, formado por professores cientistas da UFPE. Com esse produto a ser oferecido aos prefeitos e secretários de educação dos municípios, eles promovem cursos pelo municípios para ajudar os gestores a conquistar melhores índices na educação.

Passaram a mão grande – O prefeito eleito, Padre Joselito entrou na Prefeitura de Gravatá e sentiu falta de vários objetos que lá existiam. Diante do olhar atônito do novo prefeito, servidores efetivos que ali trabalham não esperaram nem a pergunta e já foram logo falando: “levaram tudo, na mão grande prefeito!”

 

Não se governa sem toma lá dá cá – O empresário Salim Mattar, que deveria ter sido o ministro das privatizações e foi escorraçado do cargo falou com todas as letras, em entrevista ao Direto ao Ponto do Augusto Nunes, - “muitos projetos do Paulo Guedes e do presidente Bolsonaro não aconteceram porque os congressistas não deixaram, sem o toma lá dá cá não se governa esse país!”

Aéreas em alta – A recuperação do setor do Turismo é visível para todos os brasileiros que frequentam os aeroportos no País. A companhia Azul apresentou recuperação de 77% das operações do mesmo período de 2019.  A GOL Linhas Aéreas e a Latam também tiveram números melhores, com 53,2% e 48,3%, respectivamente. Xô Lockdown!

Quem responderá – Será que o povo americano inspira o daqui a dar uma chegadinha num prédio da praça dos três poderes?



Setor aéreo dá sinal de recuperação importante para o Turismo no Brasil
Autor
Adriano Roberto

Setor aéreo dá sinal de recuperação importante para o Turismo no Brasil

A recuperação do setor do Turismo é visível para todos os brasileiros que frequentam os aeroportos no País. Após a drástica queda no número de voos em virtude das medidas restritivas impostas como forma de combate à disseminação da Covid-19, há companhias aéreas com operação no Brasil que possuem voos com procura igual ou até maior do que a de antes da pandemia. A expectativa é de que os níveis de operação doméstica possam se equiparar aos de 2019 ainda no primeiro semestre de 2021.

Com 800 voos por dia, a Azul Linhas Aéreas já opera com 85% da sua capacidade. Por conta disso, a companhia encerrou um acordo de redução de jornada de seus tripulantes em dezembro de 2020, para que fosse possível atender à crescente demanda. O acordo, firmado em junho de 2020, era válido até dezembro de 2021 e previa inclusive redução salarial dos aeronautas. Apoiadas pelo Governo Federal com a edição de Medidas Provisórias que mediaram as relações trabalhistas e ajudaram a organizar o fluxo de caixa, as companhias se organizaram rapidamente, primeiro para sobreviver no auge da crise, depois para voltar rapidamente ao trabalho.

Em outubro de 2020, a demanda de passageiros por voos nacionais aumentou em 31,3% na comparação com o mês anterior. “Acreditamos na retomada do Brasil e por isso somos a empresa que mais voou na América Latina em 2020 e a segunda mais rápida na recuperação pós crise no mundo. Tudo isso seguindo os mais altos padrões de segurança sanitária. Vemos o turismo sendo o mais importante vetor na retomada e vamos seguir crescendo para conectar cada vez mais o Brasil”, ressalta Fabio Campos, vice-presidente da Azul. Neste recorte do ano de 2020, entre outubro e novembro, a companhia apresentou recuperação de 77% das operações do mesmo período de 2019.  A GOL Linhas Aéreas e a Latam também tiveram números melhores, com 53,2% e 48,3%, respectivamente, do que haviam operado no ano anterior. Os números são do FlightRadar24 e apontam o Brasil como líder da recuperação da aviação no Ocidente.

Em janeiro de 2021 o Aeroporto Internacional de Confins, em Belo Horizonte, opera com aproximadamente 80% de sua capacidade pré-pandemia, e oferece voos para 37 destinos, número próximo aos 45 destinos oferecidos antes da Covid-19. Há também aeroportos que estão com mais demanda do que tiveram no mesmo período de 2019, como o Aeroporto de Recife, que no feriado de 12 de outubro já operava com 100% de sua capacidade.

Atuando extraordinariamente no mercado doméstico durante a pandemia, a Embratur preparou uma campanha de circulação nacional com o mote “ser brasileiro é estar sempre perto de um destino incrível”, que reforça as qualidades turísticas que podem ser encontradas em território nacional. “Após a pandemia voltaremos a trabalhar promovendo as belezas do Brasil no exterior, com o objetivo de garantir mais viajantes estrangeiros ao País. Agora, estamos trabalhando para garantir que o trade do turismo consiga se recuperar, o que ocorrerá primeiro com as viagens domésticas”, explica Carlos Brito, presidente da Embratur - Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo.

Nesse sentido, medidas restritivas que vem sendo aventadas por algumas autoridades políticas devem ser evitadas. O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, tem feito reiterados apelos para evitar novos lockdowns. “Não podemos deixar milhares de chefes de família em todo o país sem seu ganha-pão. Perdemos aproximadamente 25% dos postos de trabalho, índice menor do que observado em outros destinos, como o Caribe, com 70%. E isso só foi possível graças a agilidade e liderança do presidente Jair Bolsonaro, mas esse número é ainda alarmante. Não podemos nos dar ao luxo de permitir passivamente o fechamento de atividades fundamentais para a sobrevivência de milhões de famílias”, sustenta o ministro.



Instituto Verbus promove curso para gestores nos municípios
Autor
Adriano Roberto

Instituto Verbus promove curso para gestores nos municípios

Aumentar o IDEB e qualificar professores da rede municipal de educação é nossa especialidade! Gostaria de falar contigo, prefeito, sobre esse produto a ser oferecido aos gestores e secretários de educação dos municípios. Trata-se de um produto atualizado e muito diferente de tudo que já foi apresentado até agora. Confira e entre em contato. Estamos prontos a atender:



Universidade de Pernambuco abre processo seletivo com 163 vagas
Autor
Adriano Roberto

Universidade de Pernambuco abre processo seletivo com 163 vagas

A Universidade de Pernambuco (UPE) está com uma seleção simplificada para preenchimento de 163 vagas temporárias de professor auxiliar de ensino superior, sendo que 5% foram reservadas para pessoas com deficiência. As inscrições serão encerradas no dia 12 de janeiro de 2021.

As vagas são para profissionais que tenham interesse em atuar nos campi da cidade do Recife e de Nazaré da Mata, Palmares, Garanhuns, Arcoverde, Salgueiro, Serra Talhada e Petrolina, localizados no estado do Pernambuco. As posições contam com salários de R$ 2.093,40 para 30 horas de trabalho semanais.Os profissionais selecionados atuarão nos cursos de Administração, Engenharias, Educação Física, Ciências Biológicas, Enfermagem, História, Marketing, Medicina, Odontologia, Letras, Biologia, Matemática, Serviço Social, entre outros.

Processo Seletivo

Os candidatos devem se inscrever diretamente no site da universidade. Não há taxa de inscrição e a seleção tem validade de dois anos, sendo prorrogável. O processo seletivo terá etapa única, de caráter classificatório e eliminatório, que consistirá na avaliação curricular.

Além do Currículo Lattes, o profissional deverá anexar a documentação comprobatória no ato da inscrição. A lista de documentos necessários, assim como os requisitos de avaliação curricular, estão disponíveis no edital.



Queda na doação de sangue devido à pandemia preocupa hemocentros
Autor
Adriano Roberto

Queda na doação de sangue devido à pandemia preocupa hemocentros

Preocupados com os níveis dos estoques de sangue e de hemoderivados, hemocentros de diferentes regiões do Brasil estão tentando sensibilizar a população para a importância da doação de sangue.

A habitual preocupação com os estoques, principalmente durante o período de festas de fim de ano e férias de verão, este ano foi potencializada pelas mudanças comportamentais impostas pela pandemia da covid-19, que afastou muitos doadores ao longo do ano passado.

O Ministério da Saúde ainda não tem os números consolidados, mas estima que, em 2020, o medo da doença que, no Brasil, matou 197,7 mil pessoas até essa terça-feira (5), pode ter causado uma diminuição da ordem de 15% a 20% no total de doações de sangue em comparação a 2019.

No Rio de Janeiro, mesmo com todos os esforços e campanhas para atrair novos voluntários, o HemoRio (Instituto Estadual de Hematologia Arthur de Siqueira Cavalcanti) contabilizou uma queda de 4,4% no número de bolsas de sangue coletadas: foram cerca de 78.400 unidades, em 2020, contra aproximadamente 82 mil bolsas, em 2019.

Segundo o Ministério da Saúde, não houve registros de desabastecimento ao longo de 2020. Fato que, segundo representantes de hemocentros consultados pela Agência Brasil, pode ter ocorrido devido à adoção de medidas preventivas, como a suspensão temporária de cirurgias eletivas. Mesmo assim, houve situações em que o ministério precisou acionar o plano nacional de contingência e transferir milhares de bolsas de sangue de unidades da Federação em situação mais folgada para outras onde o nível dos estoques era considerado crítico.

“O principal risco deste cenário seria um possível desabastecimento de sangue e o consequente comprometimento da assistência”, informou o ministério em nota enviada à Agência Brasil. O desabastecimento colocaria em risco a vida de pessoas que precisam receber transfusão de sangue ao serem submetidas a tratamentos, cirurgias e procedimentos médicos complexos, ou que tratam os efeitos de anemias crônicas, complicações da dengue, da febre amarela ou de câncer.

Na nota que enviou à reportagem, o ministério também garantiu que está acompanhando a situação nos maiores hemocentros estaduais para, se necessário, adotar as medidas que minimizem “o impacto de eventuais desabastecimentos de sangue”.

“Através das ações e providências já tomadas pelo ministério, junto com as ações locais realizadas pelos estados, como a mobilização e sensibilização de doadores e estratégias para a redução do consumo de sangue, a situação tem se mantido estável”, garantiu a pasta – que afirma ter investido, em 2020, R$ 1,680 milhão em projetos de ampliação, reforma e qualificação da rede de sangue e hemoderivados, além da compra de medicamentos e equipamentos. Em 2019, foram investidos R$ 1,548 milhão.

Amazonas

Após coletar, em 2020, 4,6% menos bolsas de sangue do que em 2019 (foram 51.800 doações contra 54.300), a Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam) começou o ano com metade do volume que considera ideal em termos de estoque.

A maior preocupação é com o volume armazenado de sangue do tipo O+, que representa cerca de 70% da demanda estadual, e com todos os de fator RH negativo, menos comuns entre a população brasileira e, portanto, mais difíceis de obter. 

Infográfico mostra bancos de sangue no DF em janeiro de 2021.
 

“A pandemia afastou significativamente as pessoas [dos postos de coleta], principalmente em meados de março, abril e maio [de 2020], quando o estoque caiu cerca de 40%”, informou a Hemoam à Agência Brasil. “Para dar conta de toda demanda diária, precisamos do comparecimento de 200 a 250 doadores por dia. Ultimamente esse número está na média de 100 doadores”, acrescentou o órgão em uma mensagem divulgada pelas redes sociais.

Responsável por distribuir sangue para 27 unidades de saúde públicas e privadas de Manaus e para 42 outras cidades amazonenses, a fundação tem mais de 500 mil voluntários cadastrados; mas apenas 150 mil dessas pessoas doam sangue regularmente.

Ceará

Devido às restrições de segurança, como o distanciamento social, a maioria dos hemocentros do país adotou medidas como o agendamento prévio de doações, além de reforçarem os cuidados com a higiene dos postos de coleta de sangue. Ainda assim, o impacto da pandemia se fez sentir.

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), por exemplo, recebeu, em 2020, 92.524 doações de sangue, enquanto, em 2019, foram coletadas 101.066 bolsas de sangue. O Hemoce garante que o menor número de doadores em função da pandemia não chegou a comprometer o atendimento das cerca de 480 unidades de saúde cearenses, e que chegou até mesmo a fornecer bolsas de sangue para outros estados, como Minas Gerais, Paraná, São Paulo e Sergipe.

Embora, atualmente, os estoques se encontrem dentro do que o centro classifica como “margem de segurança” para atendimento, o Hemoce segue usando as redes sociais para incentivar as doações.

Distrito Federal

No Distrito Federal, os níveis dos estoques da Fundação Hemocentro de Brasília de dois dos oito tipos sanguíneos mais comuns são considerados críticos. “O ano de 2021 começou com os estoques de O positivo e O negativo em níveis baixos”, informou o órgão responsável por garantir o fornecimento de sangue e seus componentes para a rede de saúde pública local. A quantidade de sangue tipo B- disponível nessa segunda-feira (4) também era considerada baixa. 

Infográfico mostra bancos de sangue no DF em janeiro de 2021.
 

Segundo a fundação, entre janeiro e dezembro de 2020, os postos de coleta receberam pouco mais de 47,5 mil doações de sangue. Menos que as 51 mil doações registradas no mesmo período de 2019. Já transfusões foram realizadas 72 mil no ano passado, contra 76 mil em 2019.

A fundação afirma ter “estoques estratégicos” para abastecer toda a rede pública e os hospitais conveniados do Distrito Federal por até sete dias, dependendo do hemocomponente (hemácia, plasma ou plaqueta) em caso de falta de doadores.

São Paulo

Vinculada ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e responsável por abastecer a mais de 100 instituições de saúde da rede pública paulista, a Fundação Pró-Sangue coletou, em 2020, 108.707 bolsas de sangue. O resultado é não só inferior ao registrado em 2019, quando foram coletadas 114.050 bolsas, como mantém a tendência de queda dos últimos cinco anos.

Ano Coleta de bolsas de sangue (Fundação Pró-Sangue)
2015 131.068
2016 124.063
2017 123.851
2018 118.997
2019 114.050
2020 108.707

 

A preocupação da fundação é que, geralmente, em janeiro, o número de doações caem ainda mais, podendo chegar a um resultado 30% inferior à média mensal por conta das férias de verão. Neste início de 2021, os níveis dos estoques de sangue do tipo B- e O- já estão em situação crítica, enquanto os dos tipos O+ e A- colocaram a fundação em alerta.

“Os tipos O- e O+ estão sempre críticos”, acrescentou a Pró-Sangue, em nota em que explica que o sangue do tipo O+ é o mais demandado, por ser o mais comum entre a população brasileira e compatível com todos os outros tipos positivos. Já o O-, além de menos comum, é muito usado em atendimentos médicos emergenciais por ser compatível com outros tipos sanguíneos, independente de serem positivos ou negativos.

Segurança

O Ministério da Saúde garante que os hemocentros de todo o país estão preparados para receber os doadores com segurança, sem aglomerações, e em conformidade com as recomendações das autoridades sanitárias. A maioria, senão a totalidade dos postos de coleta, está funcionando com atendimento pré-agendado, de maneira que vale a pena o interessado consultar, na internet, a página ou as redes sociais do hemocentro do estado em que reside.

Para doar, o candidato tem que ter entre 16 e 69 anos de idade - menores de 18 anos precisam do consentimento formal dos responsáveis. O voluntário deve pesar mais que 50 kg e apresentar-se munido de documento oficial com foto. Pessoas com febre, gripe ou resfriado, diarreia recente, grávidas e mulheres no pós-parto não podem doar temporariamente.

O procedimento para doação de sangue é simples, rápido e totalmente seguro. Não há riscos para o doador, porque nenhum material usado na coleta do sangue é reutilizado, o que elimina qualquer possibilidade de contaminação. 

Cada voluntário pode doar sangue até quatro vezes ao ano, no caso de homens, e três vezes caso se trate de uma mulher, com intervalos mínimos de, respectivamente, dois e três meses. Para checar outras restrições, recomendações e informações, acesse a página do Ministério da Saúde.



CUT-PE divulga nota repudiando demissão de Áureo Cisneiros do Sinpol
Autor
Adriano Roberto

CUT-PE divulga nota repudiando demissão de Áureo Cisneiros do Sinpol

A DEMISSÃO DE ÁUREO CISNEIROS É UM ATAQUE AO MOVIMENTO SINDICAL

A CUT-Central Única dos Trabalhadores de Pernambuco e o Fórum dos Servidores Estaduais vêm a público repudiar a demissão do sindicalista Áureo Cisneiros, por parte do governo Paulo Câmara, numa lamentável tentativa de criar o medo e garrotear o movimento sindical.

O governo, que diz pertencer ao campo democrático popular, contraditoriamente se apega a uma lei de 1972, instituída num período de terror e de perseguição aos que lutavam por liberdade, igualdade e democracia, e a aplica numa autoritária intimidação antisindical.

Áureo Cisneiros é ex-presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Pernambuco – SINPOL/PE, esteve a frente de importantes lutas de sua categoria, representou seu Sindicato no Fórum dos Servidores Estaduais, é uma liderança conhecida em todo estado de Pernambuco, inclusive, também, por ter colocado seu nome para disputa de cargo eletivo em processos eleitorais.

A criminalização dos movimentos sociais instituída pelo (des)governo Bolsonaro é um caminho nocivo, antidemocrático e vai na contramão dos avanços duramente conquistados na Constituição de 1988. Portanto, a CUT e o Fórum não vão se omitir diante de agressões dessa envergadura e desde já chama o governo Paulo Câmara para rever essa demissão injusta. A CUT e suas entidades filiadas, bem como as entidades sindicais integrantes do Forum dos Servidores Estaduais esperam um posicionamento que pese o lado da democracia, das garantias da ação sindical e da negociação.

Defendemos a garantia do emprego, da democracia, da liberdade e da autonomia sindical.

*PELA REVISÃO DA DEMISSÃO DO COMPANHEIRO ÁUREO CISNEIROS*!

CUT PERNAMBUCO

FÓRUM DOS SERVIDORES ESTADUAIS

Recife, 05 janeiro de 2021

A imagem pode conter: texto que diz