Blog do Adriano Roberto


Produtores do São Francisco participam de campanha da bandeira nacional no 7 de setembro
Autor
Adriano Roberto

Produtores do São Francisco participam de campanha da bandeira nacional no 7 de setembro

Os produtores agrícolas de Petrolina e região vão comemorar a Independência do Brasil, no próximo dia 7 de setembro, hasteando uma bandeira nacional na porta das propriedades rurais. A iniciativa, que partiu da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA, recebeu a adesão do Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina a partir do chamamento da Ministra da Agricultura, Tereza Cristina: "Vamos mostrar para o mundo que o agronegócio brasileiro é unido, que a nossa agricultura é pujante e sustentável", afirmou.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina, Jailson Lira, a campanha no município já começou com a mobilização dos representantes do agronegócio regional. “A exemplo da nossa ministra, que vem conclamando o setor agropecuário a se unir diante das dificuldades e críticas, temos que ajudar o Ministério para melhorar o ambiente de negócios, reduzir a burocracia e abrir mercados”, ressaltou.

Jailson Lira enfatizou ainda que durante toda a Semana da Pátria os produtores estarão utilizando os meios de comunicação e as redes sociais para divulgação de material alusivo à campanha que traz como marca principal o símbolo máximo de representação da nação perante os outros países. “Vamos fotografar e compartilhar nas mídias sociais nossas equipes e pomares de frutas com as cores da bandeira nacional e mostrar a força do agro brasileiro”, convocou.



Nena Cabral relata diminuição das vagas de trabalho em Paulista
Autor
Adriano Roberto

Nena Cabral relata diminuição das vagas de trabalho em Paulista

Paulista ocupa a 10ª posição entre as 15 cidades da Região Metropolitana do Recife no índice de oferta de emprego. Perdendo para outros municípios do litoral norte como Abreu e Lima, Itapissuma e Igarassu. Além de estar prestes a ser superada pela cidade de Moreno. 

Anteriormente, Paulista chegou a ser a terceira com mais oportunidades de trabalho.

A falta de emprego é o resultado de 15 anos de desmandos políticos da gestão do PSB em Paulista. O Distrito Industrial de Paratibe chegou a ofertar 100 mil vagas, atualmente, são apenas 5 mil pessoas empregadas. 
Confira outras informações no vídeo:



INSS publica resolução sobre prova de vida para pagamento de benefício
Autor
Adriano Roberto

INSS publica resolução sobre prova de vida para pagamento de benefício

A resolução que regulamenta a comprovação de vida e renovação de senha para os beneficiários do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), bem como a prestação de informações por meio das instituições financeiras pagadoras, está publicada na edição desta terça-feira (3) do Diário Oficial da União. O documento diz ainda que esse procedimento deve ser feito anualmente, independentemente da forma de recebimento do benefício.

“A comprovação de vida e a renovação de senha deverão ser efetuadas na instituição financeira pagadora do benefício, por meio de atendimento eletrônico com uso de biometria ou mediante a identificação por funcionário da instituição financeira ou ainda por qualquer meio definido pelo INSS que assegure a identificação do beneficiário”.

Procurador

No caso da comprovação ser feita por representante legal ou procurador, ele precisa estar previamente cadastrado no INSS e só poderá ser constituído nas seguintes situações do beneficiário: ausente do país, portador de moléstia contagiosa, com dificuldades de locomoção ou idoso acima de 80 anos.

Nos casos específicos de segurados com dificuldades de locomoção ou idosos acima de 80, a comprovação de vida poderá feita também por intermédio de pesquisa externa, mediante o comparecimento de um representante do INSS à residência ou local informado pelo beneficiário no requerimento feito ao instituto, pela Central 135, pelo Meu INSS ou outros canais a serem disponibilizados pelo INSS.

“A não realização anual da comprovação de vida ensejará o bloqueio do pagamento do benefício encaminhado à instituição financeira, o qual será desbloqueado, automaticamente, tão logo realizada a comprovação de vida”, diz ainda a resolução.



Roteiro em Paulista mostra o enorme potencial turístico da orla na cidade
Autor
Adriano Roberto

Roteiro em Paulista mostra o enorme potencial turístico da orla na cidade

A convite do blogueiro local, Antônio Júnior, dono da página de internet “Locais e Sabores”, que trata de turismo e gastronomia, cerca de 40 pessoas, ligadas a blogs e imprensa em geral, participaram, neste sábado (31), de um roteiro turístico que se desenvolveu pela orla do Paulista. A programação de final de semana serviu para evidenciar o vasto campo de atividades que o litoral do município oferece.

Durante o roteiro as pessoas puderam conhecer um pouco mais sobre os restaurantes, as praias e a história local contada pelo professor, Roberto, da UFPE.

“Paulista sem nenhuma dúvida é uma cidade repleta de atrativos turísticos e o momento vivenciado aqui hoje retrata bem isso. Estamos trabalhando cada vez mais para encontrar diretrizes que venham para fortalecer o nosso turismo, e o amigo Antônio, idealizador do roteiro, é um parceiro nosso nessa caminhada”, afirmou Jorge Rocha, superintendente de Cultura do Paulista que participou da programação.

Ponto negativo

Isso realmente se faz necessário, dado o descaso da prefeitura diante da nossa visita, como podemos conferir na foto abaixo tirada por este repórter, na parada do Forte de Pau Amarelo. Num final de semana o recolhimento do lixo não foi feito e nos recepcionou na porta do Forte.

Uma das personalidades do município que mais conhece Paulista, ex-prefeito Nena Cabral, também participou do passeio acrescentando mais informações históricas aos jornalistas que ouviram atentamente as explanações.

No parada do hotel Okakoaras fomos presenteados com degustação de sucos e bebidas artesanais além de comidas típicas. A visita encheu os olhos pelas confortáveis instalações do hotel e para encerrar e um brilhante stand up com o dono do estabelecimento, Sergey Kraucs, que também é conselheiro de turismo na cidade. 

A culminância do roteiro foi no passeio de catamarã que deu a oportunidade para os turistas verem de perto o belíssimo pôr do sol na praia de Maria Farinha. “Moro em Paulista há 30 anos e enxergo um potencial turístico incrível na cidade. O meu intuito, realizando esse tipo de atividade, é de apresentar o rico litoral e potencial turístico que temos aqui”, destacou Antônio Júnior, idealizador do roteiro.



MPRJ prende Garotinho e Rosinha, ex-governadores do Rio
Autor
Adriano Roberto

MPRJ prende Garotinho e Rosinha, ex-governadores do Rio

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) prendeu hoje (3) o casal de ex-governadores Anthony e Rosinha Garotinho. Mais três pessoas também são alvo da ação, que investiga esquema fraudulento de construção de moradias populares.

A Operação Secretum Domus cumpre mandados de prisão e de busca e apreensão nas cidades do Rio de Janeiro e Campos dos Goytacazes, no norte do estado.

Segundo a denúncia oferecida à 2ª Vara Criminal de Campos, investigações mostraram superfaturamento em contratos entre a prefeitura de Campos e a construtora Odebrecht, para a construção de casas populares dos programas Morar Feliz I e II, durante a gestão de Rosinha Garotinho como prefeita do município do norte fluminense (de 2009 a 2016).



Raquel Dodge diz que o crime organizado é responsável pelo desmatamento
Autor
Adriano Roberto

Raquel Dodge diz que o crime organizado é responsável pelo desmatamento

A procuradora-geral, Raquel Dodge, afirmou, nesta segunda (2) que o crime organizado é responsável pelo desmatamento da Floresta Amazônica. Segundo ela, informações apuradas pelo Ministério Público Federal revelam "indícios da existência de associação entre os grupos que derrubam a mata e os compradores de madeira no exterior, para onde segue grande parte do produto extraído ilegalmente no território nacional".

As informações foram divulgadas pela Secretaria de Comunicação Social da Procuradoria.

Segundo a PGR, "para reverter o problema, é preciso valorizar o papel do Ministério Público dentro do sistema penal acusatório e investir em mecanismos de cooperação internacional que levem em conta as características de cada tipo de delito, com ações tanto no plano doméstico quanto no internacional".

As declarações de Raquel foram feitas na solenidade de abertura da reunião de trabalho entre procuradores do Ministério Público Federal representantes da Eurojust (Unidade de Cooperação Jurídica da União Europeia).

O evento ocorre hoje e na terça, 3, na sede da Procuradoria-Geral da República, em Brasília.

Ao avaliar o tema do desmatamento no Brasil, Raquel destacou que é preciso enfrentar a questão como fenômeno transnacional.

"As informações que temos é de uma associação estreita entre quem desmata e quem compra madeira", afirmou a procuradora-geral. "Entre quem desmata, e põe fogo na mata, e quem usa essa madeira no exterior. [A madeira] não é usada só no território brasileiro. Aliás, é poucas vezes usada no território nacional. Inclusive, porque o porto do escoamento é no Norte do Brasil, não é para dentro do Brasil."

Segundo ela, o empreendimento de desmatamento é muito oneroso. "Porque adentrar a floresta, desmatá-la numa primeira fase com uso de mão de obra escrava, carregar aquelas toras, encaminhá-las pelo rio até chegar ao porto, transportá-las de navio até o exterior é obra de uma organização e de um engendramento que não é fruto de coautoria, de uma ação ocasional não planejada", ressaltou a chefe do Ministério Público Federal.

Raquel ainda reforçou a necessidade da implementação de ações de cooperação entre o Ministério Público brasileiro e autoridades estrangeiras.

Ela defendeu o enfrentamento da corrupção e à lavagem de dinheiro com instrumentos que vedem transferência dissimulada para o exterior, de valores do patrimônio público brasileiro.

"Inclusive, porque os outros países têm sido santuário do desvio do dinheiro do patrimônio público brasileiro. Se não houver cooperação para que os países europeus não sejam o destino desse dinheiro desviado do nosso patrimônio público, essa corrupção continuará a ser praticada", asseverou a procuradora.

A procuradora abordou, ainda, os altos índices de violência no País. Para ela, o crime organizado é responsável por grande parte dos 65 mil homicídios que ocorrem por ano no Brasil. Muitas dessas mortes são relacionadas ao tráfico internacional e ao tráfico doméstico de drogas. "O Brasil não é produtor da maioria da droga associada ao tráfico internacional", observou.

Papel do Ministério Público - Raquel fez defesa veemente do papel do Ministério Público dentro do sistema penal acusatório, que é o adotado no Brasil, e no qual há distinção entre o órgão acusador, a defesa e o juiz imparcial.

Ela criticou o que chamou de amarras impostas aos Ministérios Públicos em diversas partes do mundo, disse ser importante o intercâmbio de informações, previsto em leis e necessário para o ajuizamento de denúncias, pedidos de busca e apreensão, e autorizações de interceptações telefônicas que aprofundem a investigação.

"É avanço importantíssimo termos um órgão que acusa, outro que defende, e o juiz que julga", declarou a procuradora-geral. "E por que o protagonismo do juiz no enfrentamento do crime organizado, sendo que o papel dele é de neutralidade? Ele vai receber a prova das duas partes. É preciso enfatizar a cooperação dentro do sistema de Justiça, mas dando a cada ator, considerando o sistema penal acusatório, o papel de preponderância que tem. E nesse ambiente, o Ministério Público precisa ter o papel destacado que a Constituição e as leis do Brasil lhes confere.



Centrão e oposição articulam aumento do fundo eleitoral para até R$ 3,7 bilhões
Autor
Adriano Roberto

Centrão e oposição articulam aumento do fundo eleitoral para até R$ 3,7 bilhões

Do UOL - Em meio à crise econômica em que vive o país, partidos da oposição e do centrão negociam na Câmara um projeto para aumentar o financiamento público de campanha eleitoral de 2020.

O texto do projeto, que será finalizado pelo deputado Wilson Santiago (PTB-PB) e que pode ser votado ainda nesta terça (3), prevê que o valor destinado ao fundo seja aumentado para R$ 3,7 bilhões, uma elevação de quase 50% sobre os R$ 2,5 bilhões que estão previstos atualmente.

A ideia dos parlamentares usar uma parte a verba que deverá ser destinada a emendas impositivas de bancadas. A principal justificativa é que o aumento seria necessário para viabilizar as campanhas para vereadores em todo o país nas eleições do ano que vem.



Prefeito de Jupi dá exemplo de dedicação ao município
Autor
Adriano Roberto

Prefeito de Jupi dá exemplo de dedicação ao município

Com muita alegria me encontro com um dos prefeitos que faz das tripas coração, para uma gestão de excelência, no município de JUPI. Só pra ter uma ideia da dedicação, com todas as dificuldades de hoje, Marcos Patriota mantém 33 médicos atendendo neste município de suma importância do agreste de Pernambuco. Ele sabe da importância de Jupi, mas muitas autoridades, responsáveis pela distribuição de verbas públicas para o município, parece que não!


Edmar Lyra destaca o prestígio de Sebastião Oliveira em aniversário
Autor
Adriano Roberto

Edmar Lyra destaca o prestígio de Sebastião Oliveira em aniversário

O prestígio de Sebastião Oliveira 

Eleito deputado estadual pela primeira vez em 2002, Sebastião Oliveira tornou-se o principal herdeiro do espólio de Inocêncio Oliveira, seu primo, que foi deputado federal durante quatro décadas. Atualmente deputado federal pelo segundo mandato, Sebastião completou no último sábado 51 anos de idade.

A festa contou com a presença dos deputados federais Augusto Coutinho, Eduardo da Fonte, João Campos, Luciano Bivar e Luiz Tibé, presidente nacional do Avante, futuro partido de Sebastião, ainda filiado ao PL. Da bancada estadual, além de Rogério Leão, seu correligionário, estiveram presentes Guilherme Uchoa Junior, Fabrizio Ferraz e Romero Albuquerque.

De todas as presenças, a mais emblemática foi a do governador Paulo Câmara que fez questão de ir pessoalmente dar um abraço em Sebá. O governador ficou cerca de duas horas no evento, numa demonstração de respeito e reverência ao aliado, que foi seu secretário dos Transportes no primeiro mandato.

Depois de perder espaço no governo, a presença de Paulo Câmara foi considerada uma sinalização positiva para Sebastião que é a principal liderança política do sertão que apoia o governador, uma vez que ele foi o quarto deputado federal mais votado de Pernambuco. Paulo acenou para Sebastião de forma mais clara, dando margem para a interpretação de que ele poderá recuperar parte do espaço perdido no governo. O afago do governador, independentemente do que vier a acontecer daqui pra frente, foi bem recebido pelo parlamentar que poderá voltar a ter mais prestígio com o governador Paulo Câmara.

Futuro – A presença do deputado federal João Campos juntamente com o presidente da Juventude Progressista, Luiz Eduardo da Fonte, no aniversário de Sebastião, abriu margem para avaliações futuras, uma vez que ambos são herdeiros políticos de Eduardo Campos, o maior governador da história de Pernambuco, e de Eduardo da Fonte, presidente de um dos maiores partidos da Frente Popular.



Tiro no pé: Governo prevê destinar R$ 2,5 bilhões para campanhas em 2020
Autor
Adriano Roberto

Tiro no pé: Governo prevê destinar R$ 2,5 bilhões para campanhas em 2020

O Ministério da Economia prevê destinar R$ 2,5 bilhões para o fundo eleitoral, que será usado para custear gastos de candidatos a prefeito e vereadores no ano que vem. O valor é 47% maior do que o R$ 1,7 bilhão utilizado na disputa do ano passado.

Apesar do aumento previsto, metade deste montante está condicionada à aprovação do crédito suplementar, ou seja, o governo vai precisar de uma autorização especial do Congresso para cumprir.

O valor consta no Projeto de Lei Orçamentária (PLOA) apresentado na sexta-feira. É a partir da proposta enviada pelo governo que o Congresso define como serão gastos os recursos públicos no próximo ano.

A previsão de aumento no fundo eleitoral foi proposta no mesmo momento em que a Câmara tenta aprovar uma minirreforma eleitoral, incluindo, entre outros pontos, mais verbas para campanhas.

A minirreforma começou a ser discutida após líderes partidários verem naufragar a tentativa de elevar ainda mais o valor do fundo eleitoral para o ano que vem. A proposta era aumentar para R$ 3,7 bilhões, por meio da Lei de Diretrizes Orçamentário (LDO), um passo anterior ao projeto orçamentário apresentado ontem pelo governo. Esse plano foi abortado após críticas a uma alta de R$ 2 bilhões em relação ao valor do ano passado.

Atualmente, as campanhas são financiadas com recursos públicos de duas formas. A principal é o fundo eleitoral, que tem uso exclusivo nas disputas, e o outro é o Fundo Partidário, que é uma espécie de "mesada" com dinheiro público destinado a bancar despesas do dia a dia dos partidos, como aluguel de imóveis, passagens aéreas, realização de eventos e contratação de pessoal, mas que também pode usar para bancar gasto de candidato.

Críticas

Neste sábado, deputados criticaram o aumento previsto no Orçamento. A deputada Carla Zambelli (PSL-SP) diz que é de responsabilidade do Executivo apresentar a proposta para o Orçamento, mas que o Congresso tem o poder de barrar. "Quem tem que barrar o aumento do Fundão é o parlamento, não o Executivo. Meu voto é contra o Fundão, e do @pslnacamara, idem", disse.

O líder do partido Novo na Câmara, Marcel Van Hattem (RS), questiona porque o governo não apenas corrigiu o fundo pela inflação. "Em lugar disso, já mandou os R$ 2,5 bilhões que se especula serão aprovados no Congresso. Óbvio que vamos contra isso ainda no plenário, mas os fatos são exatamente esses", escreveu no Twitter.



MP/TCE recomenda que contrato da CEASA com o Governo do Estado para merenda escolar seja encerrado
Autor
Adriano Roberto

MP/TCE recomenda que contrato da CEASA com o Governo do Estado para merenda escolar seja encerrado

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) recomendou que a Secretaria Estadual de Educação encerre, até 31 de dezembro, o contrato sem licitação com a CEASA/OS (Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco) para transporte da merenda escolar dos fornecedores para as escolas estaduais. O "Alerta de Responsabilização" foi expedido pela conselheira Teresa Duere, após uma representação do procurador Cristiano Pimentel, do Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO). A CEASA é uma pessoa jurídica privada, constituída como organização social, recebendo cerca de 25 milhões por semestre do Governo do Estado para a "logística" sobre o transporte da merenda escolar dos fornecedores para as escolas, além de acompanhamento da qualidade da merenda. O contrato foi assinado com a organização social em 2014 e, segundo dados do TCE, a organização social CEASA/OS, até 2019, já recebeu 284 milhões de reais do Governo do Estado pela prestação de serviços de entrega de merenda escolar nas escolas. Em relatórios e notas técnicas, os auditores do TCE apontaram supostas irregularidades que demandariam o fim do contrato de gestão. O "Alerta" foi enviado ao secretário estadual de Educação, Frederico Amâncio, em 19 de agosto. Caso a recomendação não seja acatada, a relatora adverte que o gestor "poderá responder pessoalmente por danos e irregularidades". Segundo o MPCO, a última renovação do contrato, que é prorrogado a cada seis meses, foi em julho de 2019.


Polícia do Pará identifica suspeitos de provocar queimadas na Amazônia
Autor
Adriano Roberto

Polícia do Pará identifica suspeitos de provocar queimadas na Amazônia

A Polícia Civil do Pará identificou três suspeitos de provocar queimadas em área de floresta nativa no sudeste do estado. Nesta quinta-feira (29), policiais cumpriram mandados de busca e apreensão na casa dos suspeitos. Dois são irmãos e proprietários da fazenda Ouro Verde, em São Félix do Xingu, e o terceiro é gerente da propriedade. A fazenda fica localizada dentro da Área de Proteção Ambiental Triunfo do Xingu. 

Segundo a polícia, foi encontrado no local um grupo de trabalhadores em condições análogas à escravidão. A operação está ainda em andamento.

Durante a operação, um dos suspeitos foi preso em flagrante com um revólver calibre 38, sem porte legal, durante cumprimento de busca e apreensão, na sede da fazenda em São Félix do Xingu. Os três vão responder por danos em área de proteção ambiental, poluição, queimadas e associação criminosa. De acordo com a Polícia, equipes fazem buscas na fazenda e em outras propriedades dos investigados, localizadas no estado de Goiás.

Segundo o diretor de Polícia do Interior da Polícia Civil do Pará, delegado José Humberto Melo, as investigações mostram que o grupo já derrubou e tocou fogo em mais de 5 mil quilômetros de mata. As investigações indicam que um dos suspeitos pode ter contratado mais de 50 homens para derrubar 20 mil hectares na fazenda Ouro Verde, que dica em área de proteção ambiental. Informações da Agência Brasil.

Redes Sociais

Últimos Posts

Apoio


  • Ponto de Vista AO VIVO
  • Blog Edmar Lyra

  • Digite Google

Siga-me no Facebook